Alimentação e câncer: como comer bem pode ajudar a prevenir a doença?

alimentação e câncer
3 minutos para ler

A forte relação entre alimentação e câncer nos mostra que é possível adotar formas de prevenção da doença através da modificação de hábitos de vida. Nessa perspectiva, vamos mostrar como uma alimentação saudável pode influenciar na redução do risco de desenvolvimento de tumores malignos.

Ainda que a boa alimentação não seja uma garantia inequívoca, ela ajuda de forma significativa a evitar o aparecimento do câncer. Por isso, a adoção de uma dieta equilibrada e a opção por um estilo de vida saudável podem influenciar de maneira muito positiva.

Quer saber mais? Continue a leitura e veja as melhores formas de prevenir o câncer por meio da alimentação!

Prevenção do câncer: a influência da alimentação

Todos os tipos de câncer são causados por alteração nos genes, mas nem sempre isso tem relação com hereditariedade, já que o desenvolvimento do câncer depende vários fatores. Um deles é a alimentação, pois a presença de oncogenes (elementos causadores de câncer) na composição de produtos processados, o alto teor de açúcar e de gordura e a falta de fibras são fatores que potencializam possíveis alterações nos genes.

Alimentação e câncer: as melhores formas de prevenir a doença

Listamos algumas ações que ajudam a prevenir a doença. Veja quais são!

Evitar alimentos processados

Os alimentos ultraprocessados contêm elementos extremamente nocivos à saúde e que são considerados potenciais causadores de câncer. Os mais comuns são os corantes, conservantes e acidulantes, que têm potencial de afetar a divisão celular, provocando tumores.

Incluir alimentos fibrosos na alimentação

Como o organismo humano não consegue digerir as fibras provenientes da alimentação, ela se torna útil para alimentar a flora intestinal, micro-organismos que protegem a região do intestino.

Diminuir o consumo de carne

Na carne vermelha há toxinas que podem reduzir a função de células naturais de defesa, deixando o organismo mais exposto a algumas enfermidades. Além disso, quando consumidas em excesso facilitam o desenvolvimento de câncer no cólon e no reto. Isso acontece porque a carne vermelha tem muito ferro heme que, em excesso, provoca um efeito tóxico nas células.

A recomendação é substituir a carne vermelha por atum e salmão, por exemplo. Esses peixes são ricos em Ômega 3, um ácido graxo essencial à redução do risco de diversas neoplasias, como a de mama e de próstata.

Por fim, é preciso dispensar mais atenção e cuidado quando se relaciona alimentação e câncer. Na dúvida se o alimento pode causar câncer ou não, o ideal é procurar um especialista para ajudar. Esse é o caminho mais seguro para a manutenção da boa saúde, do bem-estar e da qualidade de vida.

Gostou deste artigo? Aproveite a visita ao nosso site e leia mais sobre o que é o câncer, seus sintomas, causas e os métodos de tratamento!

Você também pode gostar

3 thoughts on “Alimentação e câncer: como comer bem pode ajudar a prevenir a doença?

Deixe um comentário

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!