Conheça quais os riscos dos alimentos embutidos para a saúde!

alimentos embutidos
3 minutos para ler

A preocupação com a alimentação vem sendo uma constante na sociedade moderna, e os profissionais de saúde são unânimes em afirmar que as escolhas que fazemos em nossa dieta trazem um grande impacto, positivo ou negativo, para nosso organismo. Pensando nisso, preparamos esse post mostrando quais os riscos dos alimentos embutidos para a saúde.

Por conta da correria do dia a dia, ou mesmo em razão de preferências do paladar, é comum que a gente acabe apostando em pratos e alimentos que ofereçam maior praticidade, mas que nem sempre serão vantajosos, sobretudo, em longo prazo. Continue lendo e aprenda mais sobre o assunto!

O que são alimentos embutidos?

Os chamados alimentos embutidos incluem uma gama de produtos de origem animal, popularmente chamados de carnes processadas. Eles são feitos a partir de cortes bovinos, suínos, caprinos, de aves, peixes e até vísceras, posteriormente trituradas, homogeneizadas e recebendo a adição de conservantes, corantes, sal, açúcar e temperos artificiais.

Quais são os mais comuns no mercado?

São muitos os embutidos presentes na alimentação de boa parte da população, com opções salgadas, defumadas, curadas e que passaram por processos de intensificação do sabor. Entre os mais populares, podemos destacar salsichas, hambúrguer, salame, peito de peru, mortadela, linguiças, presunto, rosbife e, até mesmo, algumas marcas de carne seca.

Por que alimentos embutidos fazem mal à saúde?

Não é difícil perceber que boa parte desses alimentos apresentam características que não são nada benéficas para a saúde humana. O excesso de sal e sódio, por exemplo, está ligado ao surgimento da temida hipertensão arterial. Os conservantes também são nocivos em excesso e, além de tudo, os embutidos têm muitas calorias e não oferecem muitos nutrientes.

Já a Agência Internacional para a Pesquisa sobre Câncer (IARC), que é um dos braços da OMS (Organização Mundial da Saúde), apresentou um relatório no ano de 2015, no qual era mostrada uma forte correlação entre o consumo excessivo de carnes processadas e o desenvolvimento de alguns tipos de câncer. Entre eles, o colorretal.

Quais as melhores alternativas aos embutidos?

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre os malefícios dos embutidos e viu que eles podem predispor ao surgimento de uma série de problemas, é bem provável que esteja pensando em reduzir o seu consumo do dia a dia. Felizmente, existem formas estratégicas de fazer isso, muitas das quais unindo sabor e saúde.

Você pode, por exemplo, trocar hambúrgueres processados e salsichas por versões caseiras, feitas à base de peixes, ovos, frango ou carnes magras. Além disso, você pode apostar no preparo de pastas à base de grãos ou vegetais. Falando nisso, grelhados de berinjela ou abobrinha podem constituir um excelente sanduíche.

Como você pôde ver, os alimentos embutidos não são uma das melhores opções para um cardápio saudável, mas você pode diminuir o seu consumo fazendo substituições inteligentes.

Gostou de descobrir quais os riscos dos alimentos embutidos para a saúde? Quer conferir mais posts como este? Então, não deixe de seguir nossas páginas no Facebook, Instagram e YouTube!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!