Atividade física em casa: 4 opções para fazer em pouco espaço

atividade física em casa
4 minutos para ler

Nas últimas semanas, a epidemia do coronavírus tem imposto à população novos hábitos de vida, ao mesmo tempo que nos conscientiza sobre a importância de cuidar da saúde. Além de optar por alimentos mais saudáveis e cuidar do aspecto emocional, é preciso manter o corpo em movimento.

Mas será que é possível fazer atividade física em casa? Com certeza, sim! Um pouco de espaço e uma pequena dose de disposição são as únicas coisas que você precisa para fazer os seus exercícios.

O resultado envolve uma sensação maior de bem-estar, mais qualidade de vida e o fortalecimento do sistema imunológico — o que é essencial nesse momento de combate à Covid-19.

Vale lembrar que as atividades físicas dentro de casa também são indicadas para os pacientes em tratamento oncológico, e as 4 dicas que vamos dar agora são válidas para todas as pessoas, de todas as idades. Então, prepare-se para ler e se mexer!

1. Caminhe pela casa

O isolamento social fez com que muitas pessoas adeptas das caminhadas e corridas ao ar livre ficassem sem a sua atividade física. Apesar de não ser a mesma coisa — justamente pela falta do ar livre e da exposição ao sol — é possível substituir o ambiente externo pela sua própria casa. Caminhe pela sua casa no mesmo ritmo que caminhava na rua, seguindo de um cômodo para outro, e pelo mesmo tempo que você costuma praticar.

No caso dos pacientes oncológicos, é importante lembrar que a frequência é mais importante do que a intensidade: alguns minutos por dia são suficientes para ajudar a combater a fadiga causada pelo tratamento.

2. Aposte nos alongamentos

Não há como negar que estamos todos preocupados e ansiosos com a atual situação mundial. Quem enfrenta o câncer ou tem outras comorbidades pode se sentir ainda mais nervoso. Além disso, em casa, estamos nos movimentando menos, o que é prejudicial para o funcionamento de todo o organismo.

Uma forma simples e saudável de combater esse estresse e “desenferrujar” é por meio dos alongamentos. Se você ainda não tem uma sequência que costuma fazer, existem muitos profissionais na internet compartilhando dicas. Vale a pena procurar, alongar e relaxar por alguns minutos, diariamente.

3. Pratique dança de forma leve

Poucas atividades são tão prazerosas quanto a dança, não é mesmo? Mais do que movimentar o corpo (o que já é excelente), ela faz muito bem para a nossa felicidade, pois é acompanhada da música.

Em tempos de isolamento social, chame toda a família para se divertir! Mais uma vez, vocês podem contar com o auxílio da internet, colocando na TV aulas de dança coletivas para todas as idades.

Para os pacientes oncológicos, é importante prestar atenção à intensidade, de forma a evitar desgaste e mal-estar.

4. Faça exercícios aeróbicos

Além da caminhada e da dança, existem outros exercícios aeróbicos que podem ser praticados no conforto do seu lar: pular corda ou subir e descer escadas, por exemplo, são ótimas atividades para aumentar a resistência física, estimular a circulação sanguínea, queimar calorias e fortalecer o pulmão (o que é essencial em tempos de coronavírus).

No caso dos pacientes oncológicos, a quimioterapia pode fazer com que o corpo perca massa muscular e desenvolva uma atrofia muscular, causando dores ao menor movimento. Por isso, uma atividade aeróbica leve é muito recomendada: mais uma vez, a dica é ter mais frequência e menos intensidade.

Praticar atividade física em casa durante o período de isolamento é uma grande ajuda para o seu organismo manter-se forte, além de ser uma válvula de escape necessária contra o estresse — e, como já sabemos, isso interfere até mesmo no nosso sistema imunológico. Aproveite para se cuidar e conscientizar toda a sua família. E claro, converse sempre com o seu médico e siga as suas orientações.

Esperamos que este texto tenha ajudado você. Compartilhe-o em suas redes sociais para que os seus contatos também não fiquem parados em casa!

Você também pode gostar

Deixe um comentário