Câncer de fígado: saiba quais as causas, os sintomas e o tratamento

câncer de fígado
3 minutos para ler

O câncer de fígado não é um dos tipos mais comuns, mas pode ser bastante agressivo, impondo grandes riscos aos pacientes. Por isso, exige um tratamento rápido, além da adoção de hábitos saudáveis que ajudam a prevenir a doença.

No geral, o câncer no fígado pode acontecer de duas formas: a primária, na qual a doença tem origem no próprio órgão; e a secundária, quando o câncer evolui de outra parte do corpo (metastático), o que é mais frequente. Mas quando falamos de câncer de fígado, em geral, estamos nos referindo ao tumor primário do órgão. Quer saber mais sobre o câncer de fígado? Continue lendo, conheça os sintomas e saiba como são feitos o diagnóstico e o tratamento!

Quais as causas e os fatores de risco para o câncer de fígado?

Existem diferentes causas para o câncer de fígado, podendo variar muito de uma pessoa para outra. Os principais fatores de risco são a cirrose hepática, o consumo excessivo de álcool e a infeção pelo vírus da hepatite B e C.

Quais são os sintomas da doença?

Os sintomas do câncer de fígado podem ser confundidos com outros problemas na região abdominal, dificultando o diagnóstico. Por isso, é fundamental procurar um médico assim que surgirem os primeiros sinais de anormalidade. Podemos destacar como sintomas principais:

  • dor abdominal persistente;
  • distensão abdominal, com ou sem a presença de uma massa;
  • anorexia, com perda de peso acentuada;
  • mal-estar físico;
  • pele e olhos amarelados (icterícia);
  • acúmulo de líquido abdominal (ascite).

Como são feitos o diagnóstico e o tratamento?

Como a doença pode evoluir rapidamente, é comum que os tumores no fígado sejam diagnosticados em estágios bem avançados. De todo modo, alguns exames podem ajudar no diagnóstico, dependendo de cada caso.

Com a confirmação do diagnóstico de câncer de fígado, o médico pode indicar o melhor método de tratamento. Dentre as modalidades possíveis de tratamento estão a cirurgia, transplante hepático, quimioembolização, ablação por radiofrequência, medicamentos alvo, imunoterapia, entre outros.

No entanto, o melhor mesmo é prevenir o câncer de fígado por meio da adoção de hábitos saudáveis, por exemplo, evitando bebidas alcoólicas. Também é fundamental fazer check-ups médicos regularmente para um diagnóstico precoce e ficar atento ao surgimento dos primeiros sintomas.

Conseguimos esclarecer as suas dúvidas sobre o câncer de fígado? Deseja consultar um médico para entender melhor e fazer um check-up? Entre em contato conosco e marque uma consulta agora mesmo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!