O que é câncer de rim e como tratar e prevenir essa doença?

câncer de rim
3 minutos para ler

O câncer de rim afeta cerca de 150 mil pessoas por ano no mundo, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). No entanto, ainda é considerado incomum, não sendo tão reconhecido pela população. Por isso, a maior parte dos diagnósticos acontece tardiamente, dificultando o tratamento.

De fato, 30% dos casos são diagnosticados já na fase avançada. Neste artigo, abordaremos aspectos sobre a doença e o seu tratamento. Confira!

O que é o câncer de rim?

Trata-se de um tumor que afeta os rins, órgãos responsáveis pela filtragem do sangue e pela eliminação de toxinas e de resíduos por meio da urina. Ele pode se originar sozinho, mas também como metástase de outros tipos de câncer em outros órgãos, como o da mama, de pele e da bexiga.

O tipo mais comum de câncer de rim é o carcinoma renal de células claras, correspondendo a cerca de 80% dos casos da doença. Ele é mais comum em homens entre 50 e 70 anos.

Quais as principais causas e os sintomas?

Dependendo do tipo de câncer de rim pode haver fatores de risco diferentes. O câncer urotelial de pelve renal, por exemplo, pode ter relação com o tabagismo. No que se refere aos carcinomas de células claras não se sabem exatamente as causas. Por algum motivo, as células renais começam a se multiplicar desenfreadamente, dando origem ao tumor. No caso de metástase, ele pode se formar a partir da migração de células cancerosas de outros órgãos.

No entanto, acredita-se que a associação do sedentarismo, a obesidade, o estresse e a má alimentação, entre outros maus hábitos, possam desencadear ou agravar a doença. Isso porque eles aumentam os níveis de cortisol, hormônio que reduz a imunidade do corpo, de forma crônica, o que poderia dificultar ainda mais o tratamento.

Outro fator que prejudica o tratamento é a falta de sintomas nos estágios iniciais. A maior parte dos casos só é descoberta na fase avançada, em que surgem sintomas, como:

  • urina avermelhada, devido à presença de sangue;
  • dor abdominal;
  • perda de peso acentuada;
  • dor persistente na região lombar;
  • fadiga;
  • febre intermitente;
  • inchaço nos vasos que irrigam os testículos (varicocele).

Como é possível tratar e prevenir a doença?

O tratamento mais indicado para o câncer de rim é a cirurgia. O procedimento pode remover as glândulas adrenais, os linfonodos regionais ou todo o órgão e os seus anexos. Quando o sistema linfático também está comprometido, podem ser removidos outros linfonodos ao redor.

A quimioterapia clássica, bastante indicada em outros tipos de câncer, não é recomendada para o carcinoma de células claras, por exemplo. Na doença em fase avançada pode ser indicado a realização de imunoterapia com ou sem medicamentos “alvo- moleculares”.

De modo geral, o tratamento do câncer de rim é mais complicado quando descoberto tardiamente. Por isso, o ideal é manter hábitos saudáveis, como ter uma boa alimentação, praticar atividades físicas regularmente, dormir bem e não fumar, para evitar essa e outras doenças. Além disso, é fundamental fazer check-ups médicos e exames preventivos de rotina, procurando um serviço médico especializado logo que aparecerem os primeiros sintomas.

Esclarecemos as suas dúvidas sobre o câncer de rim? Quer saber mais sobre a doença e fazer a prevenção adequada? Entre em contato conosco e marque uma consulta agora mesmo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!