Conheça 8 dicas de combate ao câncer que podem ajudar

combate ao câncer
7 minutos para ler

Prevenção é a melhor forma para reduzir os riscos de ter câncer. E como a maioria dos tumores costuma surgir em uma idade mais avançada, o ideal é adotar mudanças de hábitos e um estilo de vida mais saudável desde agora.

A boa notícia é que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) afirma que a terça parte de todos os casos de câncer pode ser evitada com alguns cuidados e práticas de rotina. Nessa perspectiva, vamos apresentar 8 dicas valiosas para melhorar o bem-estar, fortalecer a imunidade e aumentar a força física e mental no combate ao câncer. Aproveite a leitura!

1. Invista em uma alimentação saudável

O INCA adverte que grande parte das mortes causadas por câncer está associada aos maus hábitos alimentares e ao estilo de vida, como o uso de cigarros, o consumo excessivo de álcool e uma alimentação rica em açúcar e gordura. As gorduras alimentam as células cancerígenas, e o açúcar em excesso eleva a liberação de insulina. 

Altas taxas de insulina no sangue aumentam as substâncias inflamatórias que, por conseguinte, acentuam as chances do desenvolvimento de tumores. Outro ponto relevante é em relação à carne vermelha: o ideal é reduzir o seu consumo devido ao teor de gordura prejudicial que ela contém. Além disso, nela, há substâncias potencialmente cancerígenas, que são utilizadas para a engorda do gado.

2. Evite carnes processadas

Entende-se por carne processada qualquer tipo de carne que passe por um processo de transformação por meio de cura, salga, defumação e fermentação com a finalidade de aumentar o tempo de preservação ou realçar o sabor. No entanto, o consumo desses produtos não é aconselhado porque os conservantes neles presentes elevam o risco de tumores.

No processo de defumação, são exigidos diferentes elementos, como nitritos e nitratos, que têm um alto potencial para provocar o desenvolvimento de câncer de intestino e de estômago. Logo, carnes processadas, como salsicha, blanquet, linguiça, salame, bacon, peito de peru e mortadela, devem ser evitadas ao máximo. 

3. Reduza o consumo de álcool

Devido às características do álcool e às alterações que ele provoca nas células, em qualquer quantidade, há riscos de acentuar o surgimento de tumores. Também é importante destacar que a combinação de bebidas alcoólicas com o cigarro aumenta ainda mais as chances de desenvolver a doença.

O álcool é uma substância que causa no organismo um efeito reconhecidamente cancerígeno. No intestino, o etanol age como um solvente que facilita a entrada de outros elementos causadores de câncer nas células saudáveis. Assim, o consumo abusivo eleva o risco de câncer de boca, de faringe, de estômago, de fígado, de esôfago, de cólon e de mama. 

4. Pare de fumar

Essa é uma das regras mais importantes para a prevenção do câncer, principalmente dos tumores ligados ao uso de cigarro e que costumam afetar a língua, o esôfago, a laringe, a faringe e o pulmão. A fumaça do cigarro libera quase 5 mil substâncias tóxicas e cancerígenas no ambiente. 

Os elementos presentes no cigarro não apenas poluem o ecossistema, mas também são inalados por quem fuma e por pessoas que estão ao redor. Logo, a orientação é parar de fumar, pois, além de evitar a poluição do ar, essa medida também é essencial para o combate ao câncer e para prevenir diversas enfermidades.

5. Faça atividades físicas

Praticar exercícios físicos regularmente ajuda muito no combate ao câncer. As atividades aeróbicas, principalmente, melhoram o aparelho respiratório, fortalecem o sistema cardiovascular e ainda reduzem a ação das substâncias inflamatórias que “ativam” a doença. 

Por essa razão, o ideal é incluir uma atividade física na rotina, ao menos cerca de três vezes na semana. Faça caminhadas, passeie com o cachorro, ande de bicicleta ou de patinete ou se envolva em alguma modalidade esportiva de que você goste. Se você tem dificuldade para começar, combine essas práticas com algum amigo ou familiar. 

Aproveite para fazer dos exercícios um momento relaxante, alegre, divertido e que proporcione benefícios para o corpo e melhore a saúde emocional. Nesse período de pandemia, por exemplo, há diversas opções de videoaulas gratuitas para fazer atividades físicas em casa. Elas estimulam a prática de exercícios que ajudam no combate ao câncer e a outras doenças.

6. Mantenha o peso corporal adequado

O acúmulo de células gordurosas, além de atrapalhar o funcionamento dos órgãos e elevar o risco de doenças cardiovasculares, também influencia bastante o surgimento do câncer. Devido ao processo de manutenção da célula cancerígena, é bom evitar o consumo de gorduras e de açúcar para não alimentar os tumores.

Assim, o controle do peso corporal é uma forma de se manter saudável ao longo da vida, evitando diversas doenças crônicas e ainda se protegendo contra o câncer. Opte, então, por uma dieta equilibrada, com menos gordura e açúcar. Incluir mais vegetais folhosos, cereais, sementes, castanhas e frutas na alimentação também auxilia na manutenção do peso corporal adequado.

7. Proteja-se do sol

Dados do INCA afirmam que o câncer de pele afeta boa parte da população brasileira. Esse tipo de tumor é desencadeado por alterações no DNA das células provocadas pelos raios ultravioletas do sol. Mesmo que o câncer não surja por um fator isolado, é preciso ter cuidado com a exposição solar em horários não recomendados.

O ideal é sempre estar bem protegido para evitar o risco de desenvolver manchas e neoplasias da pele. Pessoas de pele clara são mais propensas a essas doenças. Por isso, procure utilizar um protetor solar adequado, aposte em chapéus, bonés e viseiras e evite a exposição prolongada nos horários de sol forte.

8. Visite um médico regularmente

Nosso artigo está chegando ao final, mas ainda há tempo de falar sobre a importância de visitar um médico regularmente e de fazer check-ups anuais. Assim como as outras doenças, o câncer também tem mais chances de cura quando descoberto no início. Nesse sentido, a ajuda de um médico é essencial.

Igualmente relevante, por fim, é a escolha da clínica. O ideal é buscar uma instituição especializada no tratamento e na prevenção de doenças oncológicas. Em razão disso, para assegurar maior eficiência no combate ao câncer, a Oncomed BH oferece atendimento em Oncologia, Hematologia, Clínica da Dor, Oncogenética, Psicologia e Nutrição.

As dicas deste conteúdo foram úteis? Agora é com você: entre em contato com a Oncomed BH e conheça a nossa clínica especializada na prevenção e no tratamento do câncer.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!