Carne vermelha causa doenças? Veja!

doenças causadas pela carne vermelha
4 minutos para ler

Você sabia que cerca de 14% da população brasileira se declara vegetariana? Um número expressivo e que não para de crescer em nosso país e no mundo, pelos mais variados motivos. Além da forma cruel como a indústria trata os animais, muitas pessoas têm como argumento as doenças causadas pela carne vermelha.

É claro que essa é uma decisão muito pessoal e que a carne (branca ou vermelha) tem, sim, nutrientes importantes para o organismo humano. Por esse motivo, neste texto, vamos esclarecer se a carne vermelha causa mesmo doenças e outras questões sobre o assunto. Acompanhe!

Como o consumo da carne vermelha pode prejudicar o nosso organismo?

A carne vermelha têm substâncias que podem ser prejudiciais à saúde e a forma de preparo influência no surgimento delas. Em altas temperaturas há a formação de dois Tipos de substâncias: Aminas Policíclicas Aromático (APA) e os Hidrocarbonetos Policíclico Aromático (HPA), que após serem metabolizadas no organismo, geram compostos químicos que podem lesar o DNA.

Outro ponto de atenção é que a carne vermelha tem altas concentrações de enxofre, elemento considerando alimento para algumas bactérias intestinais. A proliferação dessas bactérias no intestino libera toxinas, que podem gerar um desequilíbrio da flora intestinal – também conhecido como disbiose – provocando uma resposta constante do sistema imunológico, o que pode desencadear doenças autoimunes, metabólicas e neoplásicas.

Especificamente em relação ao câncer, a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer já classificou a carne vermelha e a carne processada como provavelmente carcinogênicas para humanos. Entre os tipos de câncer mais comuns que podem estar relacionados ao consumo do alimento estão o de cólon e o de reto, o de próstata e o de mama.

Como ter hábitos alimentares mais saudáveis?

Ao contrário das carnes, os vegetais não têm elementos que podem ajudar no surgimento de um câncer ou de qualquer outra doença. Em vez disso, têm muitas substâncias que auxiliam na prevenção delas. Portanto, melhor do que ver a carne vermelha como uma grande vilã, vale a pena rever os seus hábitos alimentares, a fim de garantir uma dieta mais balanceada e, consequentemente, mais saudável.

Veja só algumas dicas do que você pode fazer desde já:

  • limitar o consumo de carne vermelha, preferindo as carnes brancas;
  • aumentar o consumo de outras fontes de proteína além da carne, como o feijão, a lentilha, a ervilha e o grão-de-bico;
  • consumir mais fibras provenientes das frutas e verduras, que têm um papel de protetores de organismo.

Como preparar a carne vermelha de uma forma menos prejudicial?

Acredite: a forma como você prepara a sua carne pode influenciar no quanto ela pode ser capaz de prejudicar mais ou menos a saúde. Quando a carne vermelha é preparado no churrasco ou como fritura, por exemplo, é criada uma substância perigosa para o organismo humano — que pode, até mesmo, provocar mutações potencialmente cancerígenas. Além disso, a própria fumaça do churrasco, misturada ao sal que está cobrindo a carne não é saudável.

Por isso, opte sempre pelas opções menos gordurosas e, de preferência, grelhadas. Quanto ao ponto, tanto a carne mal passada quanto a bem passada não são as ideais.

Lembre-se de que a nossa intenção ao apontar as doenças causadas pela carne vermelha não é assustar ninguém, nem levantar nenhum tipo de bandeira. Mas é fato que uma dieta equilibrada e rica em alimentos mais naturais é a receita mais certa para uma vida longa e com mais qualidade.

Você gostou deste texto? Já sabia dessas informações? Para ficar sempre por dentro de assuntos relacionados aos cuidados com a saúde, assine nossa newsletter!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!