Como evitar o enjoo após quimioterapia?

enjoo após quimioterapia
3 minutos para ler

O paciente oncológico enfrenta muitos desafios depois que recebe o diagnóstico e, por incrível que pareça, muitos deles não estão diretamente relacionados com a seriedade da doença, mas com eventuais efeitos adversos dos seus tratamentos. Por isso, saber como evitar o enjoo após quimioterapia pode ser extremamente importante.

O enjoo se trata de um efeito colateral absolutamente comum, tendo em vista que os quimioterápicos são substâncias químicas muito potentes que visam destruir as células doentes, mas que se misturam com o sangue e são levados a todas as partes do corpo.

Neste texto, explicamos como evitar essa situação de forma simples. Vamos lá?

Priorize o consumo de determinados alimentos

A alimentação tem um papel absolutamente preponderante para evitar o enjoo após quimioterapia. É preciso, por exemplo, priorizar itens de fácil mastigação e com sabor mais neutro, como torradas, pães e determinados bolos, pois isso diminui o estímulo sensorial, reduzindo reflexos de náusea e auxiliando no controle da produção de saliva.

O frio também pode ser um poderoso aliado, pois temperaturas baixas reduzem a ação dos receptores de paladar, além de ajudar na deglutição. Outro ponto fundamental é não fazer grandes refeições, priorizando pequenos lanches ao longo do dia. Ainda, o limão costuma ser recomendado, assim como outras frutas cítricas, até mesmo em forma de sorvete.

Use os medicamentos passados pelo médico

Invariavelmente, o médico de confiança de um paciente oncológico passará alguns remédios para que ele fique confortável e tenha mais disposição para encarar a rotina. Além disso, é comum que o oncologista faça determinadas recomendações, como evitar o uso de perfumes fortes e produtos de limpeza mais intensos.

No entanto, em termos de medicamentos, o maior auxílio se dá por conta dos antieméticos, uma classe farmacológica que é destinada a promover alívio de sintomas relacionados às náuseas e vômitos. Contudo, você deve seguir a orientação do seu médico.

Não se esqueça de se manter hidratado

Você já deve estar cansado de ouvir que a hidratação é imprescindível para manter a saúde de uma maneira geral, não importando se a pessoa está enfrentando ou não alguma doença. No entanto, quando pensamos em um paciente oncológico, a hidratação pode ser ainda mais relevante, pois o tratamento pode ser desafiador para o organismo.

Sendo assim, é crucial ingerir de 8 a 10 copos de água diariamente, atingindo cerca de 2 litros. Sucos e água de coco também são uma opção. De quebra, isso ajuda a amenizar eventuais enjoos e náuseas. Por outro lado, vale evitar bebidas com cafeína, como refrigerantes, café e chá, pois eles aceleram a digestão e podem ser irritantes para a parede estomacal.

Ao seguir as dicas que separamos acima, você já saberá como evitar o enjoo após quimioterapia e poderá passar pelo período de tratamento com menos efeitos adversos!

Gostou de aprender a evitar o enjoo após quimioterapia? Quer conferir mais conteúdos como este? Então, não deixe de seguir nossos perfis no YouTube, no Instagram e no Facebook!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Marque sua consulta pelo WhatsApp!