Entenda o que é metástase e como pode ser diagnosticada

o que é metástase
3 minutos para ler

Quando falamos de câncer, estamos lidando com uma proliferação exacerbada e descontrolada de células malignas. A evolução da doença pode traçar diferentes cursos, seja permanecendo no local de origem ou disseminando-se para  outras regiões,  o que é chamado de metástase.

Na evolução temporal de um tumor maligno, as células podem adquirir mutações e aumentar a capacidade de invadir, seja uma invasão local, seja em órgãos distantes.

Continue a leitura e entenda mais sobre esse tipo de tumor!

Entenda o que é metástase

Para entender no que consiste a metástase, é preciso saber qual a história natural do tumor, ou seja, por quais etapas ele pode passar. Tratando-se de cânceres não associados às células sanguíneas, o primeiro estágio é in situ.

Nessa fase, as células malignas concentram-se na camada de origem, sem invadir tecidos mais profundos ou mesmo outros órgãos. É ideal iniciar o tratamento nessa fase da doença, antes que ela evolua para um grau mais grave, pois há maior potencial de cura.

A partir do momento que há acometimento de outras camadas, o comportamento é considerado como invasivo. Ainda mais grave que isso é a disseminação para outros órgãos, o que caracteriza a metástase.

Saiba em quais partes do corpo pode aparecer

Vimos, então, que a metástase retrata um câncer que adquire um foco no organismo que não seja o órgão inicial. Mas, afinal, para  onde as células malignas se direcionam?

Por meio da corrente sanguínea ou dos vasos linfáticos, responsáveis pela drenagem de líquido, diversos órgãos podem ser atingidos.

De fato, existem metástases mais frequentes, como as nos ossos, fígado e pulmão, mas diversos outros órgãos podem ser atingidos. Isso depende do tipo de célula do tumor primário e sua predileção específica para gerar metástases em determinados órgãos.

Vale ressaltar que, mesmo após atingirem a circulação sanguínea ou linfática, as células mutadas ainda precisam ter a capacidade de se estabelecer e multiplicar no novo local, e nem sempre isso acontece.

Descubra como é o diagnóstico

Cabe ao especialista avaliar o histórico médico e o caso clínico do paciente para então definir os exames e procedimentos necessários para um diagnóstico. Algumas vezes, podem ser necessários exames complementares, sejam eles de imagem, sejam eles laboratoriais.

Conheça formas de tratamento

Uma vez diagnosticada, é preciso estabelecer as condutas para tratamento da metástase. Como muitas vezes retrata um câncer avançado, nem sempre é possível visar à cura, mas sim oferecer uma maior qualidade de vida para o paciente.

Em alguns casos, é possível fazer uma abordagem sistêmica e, nesse aspecto, a quimioterapia é um importante fator. Já a radioterapia, ou mesmo as cirurgias que visam a uma abordagem local, podem ser úteis no alívio de sintomas específicos.

Concluímos, enfim, que o câncer avançado retrata o que é metástase, ou seja, uma disseminação das células tumorais pelo corpo. Tal fase da doença exige uma avaliação do especialista, como o oncologista, e de um time multidisciplinar, pois cada caso é individualizado.

Ao longo do texto, falamos sobre tumor e câncer. Mas, afinal, qual a diferença entre os termos? Confira o nosso artigo e entenda!.

Você também pode gostar

Deixe um comentário