Pés e tornozelos inchados: o que pode ser? Entenda aqui!

pés e tornozelos inchados
3 minutos para ler

Existem alguns sintomas tão comuns entre as pessoas, mas que podem acabar sendo menosprezados. No entanto, isso é um erro, pois mesmo os sinais mais corriqueiros podem ser indicativos de problemas mais sérios, em curto, médio ou longo prazo. Pensando nisso, preparamos esse post falando mais sobre os pés e tornozelos inchados.

É bastante provável que você conheça alguém que já tenha sofrido com o quadro ou, até mesmo, que tenha experimentando na própria pele, pois ele pode ser numerosas causas, instalando-se em diversos perfis de pessoas e demandando um diagnóstico certeiro. Continue lendo o artigo e descubra o que pode ser!

Má circulação

A chamada má circulação ocorre quando o fluxo de sangue é reduzido para uma parte do corpo. Isso pode ocorrer por diversas causas, como a doença arterial periférica (DAP), na qual as artérias ficam mais estreitas por conta de placas ateromatosas, ou do próprio envelhecimento, que diminui a eficiência dos vasos sanguíneos.

Como resultado, a pessoa pode ficar com pés e tornozelos inchados, além de dor e fraqueza na região afetada. O tratamento é multidisciplinar e pode envolver o uso de medicamentos, a realização de exercícios supervisionados e medidas práticas, como manter as pernas elevadas para melhorar o retorno venoso.

Trombose venosa profunda

A trombose venosa profunda, também conhecida por sua sigla, TVP, é uma das situações mais graves que podem causar pés e tornozelos inchados. Ela ocorre quando um coágulo (trombo) obstrui o interior de uma ou mais veias profundas, causando a interrupção do fluxo de sangue.

Com isso, a pessoa sente bastante dor e sensibilidade, devendo procurar atendimento médico imediato. Após a identificação dos sintomas e a confirmação do diagnóstico, o tratamento envolve o uso de anticoagulantes, meias elásticas e mudança no estilo de vida.

Erisipela

A erisipela é um processo infeccioso da pele, que se propaga pelos vasos linfáticos e pode ser uma causa muito comum de pés e tornozelos inchados. Ela é mais comum em pacientes idosos, bem como em portadores de doenças crônicas, como obesidade, má circulação e, principalmente, diabetes.

Seu tratamento envolve o uso de antibióticos específicos para combater a infecção, além de cuidados como repouso, controle glicêmico adequado, elevação da região afetada e limpeza local dos ferimentos, caso estejam presentes.

Linfedema

O linfedema é um acúmulo de líquidos que pode ocorrer nos membros devido ao bloqueio do sistema linfático. Por isso, também pode ser uma causa de pés e tornozelos inchados. A condição pode ser desencadeada em pacientes que realizaram tratamentos para o câncer, sobretudo, quando há metástases, radioterapia ou cirurgia com remoção de linfonodos.

O tratamento é multidisciplinar e visa a reduzir o edema, para prevenir infecções e melhorar a qualidade de vida. Ele pode incluir massagens, compressão, elevação, exercícios, higiene e o uso de laser de baixa intensidade.

Como você pôde ver, existem muitas causas para pés e tornozelos inchados. Se você está sofrendo com o problema, o ideal é procurar um cardiologista. No entanto, vale lembrar que um clínico geral já é capaz de dar o diagnóstico e traçar uma conduta adequada para cada caso.

Gostou de aprender o que pode causar pés e tornozelos inchados? Então, não deixe de compartilhar o post em suas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!