Remissão do câncer: quais cuidados tomar nesse estágio?

remissão do câncer
4 minutos para ler

A luta contra o câncer exige força e perseverança durante todo o processo da doença. A partir do estadiamento, é possível planejar as condutas que, quando possível, objetivam para a remissão do câncer e, posteriormente, para a cura. Durante esse processo, é preciso considerar uma série de fatores. Dentre eles, podemos citar o tipo de câncer, o grau de evolução no momento do diagnóstico e o tratamento adotado.

Mas, afinal, qual a diferença entre remissão e cura? Na verdade, ambos os aspectos fazem parte da luta contra o tumor, sendo que cada um deles retrata uma etapa da evolução da doença. Continue a leitura!

Entenda o que é remissão do câncer

As condutas adotadas para combater o câncer visa, acima de tudo, curar a pessoa da doença. Porém, sabemos que nem sempre isso é possível, de forma que aumentar a sobrevida e o bem-estar também figuram como importantes  objetivos.

Nesse caminho árduo de combate, a remissão representa uma fase após o tratamento, na qual não são encontrados sinais de câncer no exame físico e nos exames de imagem, por exemplo. Neste caso, chamamos de remissão completa.

Por outro lado, a remissão parcial representa o momento no qual as células malignas estão em quantidade reduzidas, porém ainda podem ser detectadas.

Ressaltamos também que assim como o tipo de tumor e o estadiamento influenciam no prognóstico e nas condutas, também causam impacto na maior ou menor chance de retornarem ou não durante o período da remissão.

Diferencie remissão e cura

Como visto, não é possível estabelecer ao certo qual o tempo de remissão completa que leva à cura da doença, considerando que cada tipo de câncer tem um comportamento diferente. Contudo, há um consenso de que 5 anos após a remissão, as chances de cura são boas. Isso porque, quanto maior o tempo de remissão completa, em tumores potencialmente curáveis, maior a chance do paciente estar curado.

Um paciente em remissão também pode desenvolver recidiva da doença, e por esse motivo é  importante manter o acompanhamento oncológico e seguir as orientações médicas de controle.

Em suma, a remissão retrata que o câncer está sob controle, porém ainda existe o risco de a doença retornar. Já a cura é etapa além da remissão, quando durante determinado número de anos não houve recidiva do tumor.

Saiba quais cuidados necessários

Por fim, existem cuidados que ajudam a evitar a recidiva do câncer durante sua remissão. Vale ressaltar que, de maneira geral, eles retratam hábitos de vida saudáveis.

Portanto, adote bons hábitos alimentares, não deixe de praticar atividades físicas e se proteja de fatores de risco, como bebidas alcoólicas, cigarros e intensa exposição ao sol. Tenha cuidado com infecções e evite situações de estresse, as quais podem causar impacto direto no sistema imunológico.

A remissão do câncer é uma etapa que exige acompanhamento médico para detecção precoce de possíveis recidivas, além ser importante para as devidas orientações. Caso as condutas repassadas não sejam seguidas, há maior risco não só de recidiva, mas também do desenvolvimento do segundo tumor, visto que o risco é de 10% para aquelas pessoas que já apresentaram câncer anteriormente.

Agora que você sabe o que é a remissão, que tal entender como é o tratamento um câncer?

Você também pode gostar

8 thoughts on “Remissão do câncer: quais cuidados tomar nesse estágio?

  1. Já tive câncer alguns anos atrás, tenho pavor até de pronunciar a palavra câncer, o tratamento é devastador em nosso organismo.

  2. Acabo de receber a notícia que tenho um câncer colo retal em remissão.
    Fiquei muito feliz.
    Era um adenocarcinomaT3N0
    Agora procuro ajuda pra manter uma vida saudável.
    Para não ter recidivas .
    Agradeço a Deus sempre

  3. Tive um sarcoma de endométrio em 2013 terminei a quimio e a rádio em Dezembro.
    Segui as visitas a Oncomede até o ano de 2019 todos os exames estavam ótimos .
    Em março deveria ir ao médico mas com a pandemia não pude comparecer.
    Estou bem mas fico preocupada.
    Graças a Deus estou bem.

    1. Ei, Maria da Consolação! É muito importante manter as consultas de controle! Estamos com um um protocolo bem cuidadoso para manter a segurança de todos e temos também a opção de teleorientação para as consultas de acompanhamento. Entre em contato conosco pela Central de Atendimento para verificar a melhor forma de você manter o seu acompanhamento em dia!

Deixe um comentário

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!