Saiba quais são as 4 doenças que mais afetam a saúde do homem

saúde do homem
4 minutos para ler

Talvez por uma questão cultural, as mulheres têm o hábito de ir mais ao médico do que os homens. Mas isso não significa que a saúde do homem não mereça cuidados. Muito pelo contrário! O time masculino precisa se conscientizar com urgência sobre a necessidade de fazer consultas periódicas e acompanhar a sua saúde de perto — tanto física quanto mental.

Somada às poucas visitas regulares aos médicos, ainda podemos citar a falta de um estilo de vida mais equilibrado como um fator preocupante.

Diversas doenças podem afetar o organismos masculino e, por isso, é preciso saber como preveni-las. Então, confira o artigo e veja mais sobre o assunto !

1. Câncer de próstata

De acordo com o Ministério da Saúde, essa é a segunda causa de morte por câncer em homens no Brasil, somando mais de 14 mil óbitos por ano. Além disso, o câncer de próstata é uma doença bastante frequente, perdendo apenas para o câncer de pele.

No entanto, apesar de ser tão comum, essa doença não tem tido a devida atenção. Muitas vezes, o assunto é rodeado de preconceitos e muitos homens preferem até não conversar ou se informar sobre o tema — o que é um grande erro, pois a prevenção pode evitar o desenvolvimento e agravamento da doença.

Como o câncer de próstata não costuma apresentar sintomas, sem o rastreamento o diagnóstico pode demorar a chegar e, como em todos os casos de câncer, quanto antes a doença for detectada, maiores são as chances de cura.

2. Doenças cardiovasculares

Você sabia que os homens têm mais possibilidade de ter doenças cardiovasculares do que as mulheres? Isso acontece por questões hormonais e também pelos maus hábitos de vida que citamos no início deste texto.

Tabagismo, diabetes, obesidade, alcoolismo e sedentarismo são apenas alguns fatores de risco negligenciados pela ala masculina, de acordo com os números da Organização Mundial da Saúde. Os dados mostram que 17,5 milhões de pessoas em todo o mundo morrem em decorrência dessas doenças, sendo o infarto a causa mais comum.

Para evitar esses problemas, a dica principal é adotar hábitos mais saudáveis:

  • ter uma alimentação equilibrada e com pouca gordura,
  • praticar regularmente atividades físicas;
  • deixar o tabagismo.

Caso o indivíduo já tenha apresentado os primeiros sintomas, é fundamental fazer o acompanhamento médico.

3. Câncer de pulmão

E por falar em tabagismo, o cigarro é o maior fator de risco para o desenvolvimento do câncer de pulmão. Desde 1985, esse tipo de câncer é o primeiro em todo o mundo, tanto em incidência quanto em mortalidade, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer, o INCA.

Para prevenir a doença, as principais práticas são:

  • não fumar;
  • evitar o tabagismo passivo;
  • evitar a exposição a alguns agentes químicos, que são comuns em determinados ambientes de trabalho.

4. Obesidade

Muita vezes silenciosa e vista apenas como um problema estético, a obesidade não é tratada com a seriedade que merece. A doença cresce de forma alarmante no Brasil, com um aumento de 67,8% de casos nos últimos 13 anos, de acordo com o Ministério da Saúde.

O excesso de peso ainda é mais comum nos homens e está relacionado a outras doenças graves, como o diabetes, acidentes vasculares cerebrais (AVCs), problemas cardíacos, insuficiência renal e cegueira.

Esses são apenas alguns exemplos de doenças que acometem a saúde do homem. Entretanto, elas podem ser evitadas (ou, ao menos, controladas) por meio de melhores hábitos de vida. Lembre-se de que a sua vida é o seu maior bem e, por isso, ela deve estar acima de qualquer preconceito.

E por falar em qualidade de vida, você tem dicas de bons hábitos para compartilhar? Escreva nos comentários!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!