8 dicas para cuidar da sua saúde emocional e viver de forma plena

saúde emocional
6 minutos para ler

A saúde emocional pode ser definida como um estado de bem-estar psicológico capaz de controlar situações rotineiras ou eventuais problemas que interferem no comportamento. A noção desse conceito ajuda a entender a importância de buscar alternativas para cuidar das emoções e melhorar a qualidade de vida.

Nesse contexto, vamos apresentar 8 dicas de cuidados com a saúde emocional para proporcionar mais qualidade de vida e bem-estar ao seu cotidiano. Veja, então, como é possível adotar práticas mais favoráveis ao controle das sensações que impedem que você se torne emocionalmente saudável. Aproveite a leitura!

1. Promova a sua saúde emocional pela mudança de hábitos

Um dos pilares mais relevantes para alcançar uma boa saúde emocional é identificar os hábitos ruins, as atitudes e os comportamentos que representam desgastes desnecessários. Às vezes, falta trabalhar melhor as limitações, evitar comparações e não projetar desafios muito difíceis. Por isso, diminua as auto cobranças e procure focar pensamentos positivos.

Essa mudança de hábitos depende de exercícios diários capazes de direcionar a mente para metas mais viáveis. Primeiramente, é preciso desenvolver um conceito mais honesto de si mesmo. Aqui, vale recorrer à antiga premissa socrática: “conhece-te a ti mesmo”. Desse modo, será mais fácil reconhecer o que precisa ser mudado para combater as emoções prejudiciais.

2. Pratique exercícios físicos

Combater o sedentarismo e reafirmar a importância de considerar os benefícios que as atividades físicas representam para a saúde emocional é essencial. Durante os exercícios físicos, o cérebro promove condições de controlar a ansiedade e diminuir os sentimentos negativos associados à depressão, por exemplo.

A movimentação sincronizada do corpo favorece a ação das chamadas “substâncias do bem”. Isso porque os hormônios do bom humor e da felicidade são liberados naturalmente durante os exercícios. Essa é uma das razões que justificam o estímulo à prática dessas atividades em prol da saúde mental e física.

Além de aumentar o nível de satisfação com a vida, exercitar-se também reduz a ação dos elementos causadores do estresse, principalmente de um hormônio chamado cortisol. Com menos cortisol, o organismo experimenta o relaxamento necessário para promover emoções positivas e melhorar a saúde.

3. Aproveite a luz do sol

Ao contrário do que muitos pensam, a luz solar não emite apenas radiações que causam doenças de pele e de natureza até incurável. Ela também é essencial ao combate dos problemas que geram o desequilíbrio emocional, como o estresse excessivo e a ansiedade.

É provável que você já tenha ouvido falar que os índices de depressão e de desordens psíquicas são maiores nos países de clima frio, principalmente em regiões geladas, em que o sol quase não aparece. Logo, aproveite o clima tropical e permita que a luz do sol ilumine a sua vida e equilibre, positivamente, as suas emoções.

4. Invista em alimentos saudáveis 

Há uma relação muito próxima entre alimentação, estilo de vida e saúde emocional. Um dos aspectos mais relevantes é a produção de serotonina — um dos hormônios do bom humor e da felicidade. Grande parte da serotonina de que o corpo precisa é produzida no intestino, e não nas regiões cerebrais.

Por essa razão, é necessário cuidar da alimentação, já que a escolha do que vai à mesa interfere diretamente no comportamento, na qualidade do humor e no bem-estar geral.

Além de optar por alimentos que favoreçam a saúde emocional, também é importante lembrar que, durante o sono, são produzidos vários hormônios do bem. Então, procure dormir melhor e em um ambiente silencioso e confortável. Isso possibilita que seu corpo recupere a energia necessária para tornar o seu dia mais tranquilo e produtivo.

5. Respire ar puro

O estilo de vida contemporâneo remodelou hábitos e comportamentos e influenciou bastante a rotina das pessoas. Por isso, é preciso retomar alguns costumes simples, passear em meio à natureza e respirar ar puro. Fazer alongamento, yoga ou meditação em parques com áreas verdes, por exemplo, traz substanciais benefícios à saúde mental e física.

É necessário desacelerar, respirar tranquilamente e sentir a suavidade da brisa no rosto para relaxar a mente e equilibrar os sentimentos. Tais práticas ajudam a perceber que tão importante quanto cuidar do físico é identificar as emoções que geram desconforto e buscar soluções. 

6. Faça o que lhe deixa feliz

Às vezes, é necessário reservar um tempo para colocar as pernas para cima e dedicar umas horinhas do dia para fazer o que traz contentamento. Seja assistir, de vez, a todas as temporadas atrasadas daquele seriado interessante; seja preparar o prato preferido; seja ficar sem fazer nada. O importante é fazer o que gosta, descansar um pouco e recuperar as emoções positivas.

7. Seja grato

Poucas pessoas têm a gratidão como um sentimento natural e espontâneo. Mas não se preocupe, pois ela pode ser exercitada até se tornar um hábito. Isso pode ser alcançado mesmo sem estar preso a vínculos religiosos: basta apenas reconhecer o que tem e o que isso representa em sua vida.

Experimente desenvolver o hábito de agradecer, diariamente, ao menos por três coisas consideradas importantes. Além de trazer leveza ao espírito e acalmar o coração, essa atitude potencializa o reconhecimento do que realmente tem valor. Ao ampliar a capacidade de desfrutar daquilo que se tem, a gratidão se torna um fator muito positivo para fortalecer a saúde emocional.

8. Aprenda algo novo

Cuidar do estado emocional também requer modificação de rotina e experimentação de novos caminhos. Tente fazer algo novo, como aprender a tocar um instrumento musical, envolver-se em trabalhos voluntários ou aprender outros idiomas. Isso pode trazer um novo significado à vida e ajudar na reflexão sobre a necessidade de inovar e de remodelar o comportamento.

Como você pôde notar, é preciso mudar a percepção e a forma de enfrentamento das condições típicas do cotidiano que provocam reações negativas e desequilibram as emoções. Assim, é necessário fazer readequações na rotina para reduzir os impactos negativos sobre a saúde emocional e restabelecer o equilíbrio necessário para melhorar a qualidade de vida.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite a visita ao nosso site e confira ótimas dicas de como fazer atividades físicas em casa durante a pandemia!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Open chat
Marque sua consulta pelo WhatsApp!